Seguidores

Arquivo

LUSTRE DE CROCHÊ

Tags: + + +


Lustres de crochê têm aparecido em todos os sites de decoração. Os da foto acima, da empresa belga Muno, vi na Marie Claire Maison desse mês.


Mas o Handmadeology e a DOS Family ensinam explicadinho como fazer. Portanto se quiser um assim, comece a juntar os naperons.


E a Heloisa deu a dica de um vídeo em que o resultado é marromeno, mas a ideia é aproveitável. Olhe só:

Comentar

RECORTANDO O MAPA

Tags: + +


Ainda mais depois de tantas horas de trabalho. É quando eu penso que nada mais vai me surpreender, ou abismar. Não passa uma esquina de tempo, e lá vou eu quebrando a cara.


Trabalho da artista plástica inglesa Claire Brewster, que tira pássaros de mapas, e me deixou abismada com tanta simplicidade e beleza.

♥ Lembrei das ilustrações da Priscila Fernandes.

Comentar

PLATIBANDAS

Tags: + + +

Foto original de Rodrigo Cabral

Tia Wiki confirma que platibanda é uma faixa horizontal que emoldura a parte superior de uma casa e que tem a função de esconder o telhado.

Assim como estilos de construção, existem vários estilos de platibandas. Igrejas, de maneira geral, têm platibandas para esconder seus telhados. É comum também o uso de platibandas em casas que foram residenciais e passaram a abrigar algum tipo de comércio. Para esconder a antiga vocação do imóvel, moderniza-se a fachada e coloca-se uma platibanda (que pode ser uma parede mais alta que o telhado, para assim escondê-lo e tirar a aparência de casa).

A fotógrafa Anna Mariani fotografou as platibandas Art Déco do nordeste brasileiro.




Vídeo do blog da Mona Dorf. Via Mika Lins. A exposição aconteceu no ano passado. Mas o livro está a venda nas Americanas.

♥ E a Páscoa? Descansou? :-)

Comentar

OS ANOS 60

Tags: +


O casamento foi em 1962. O quarto foi uma "surpresa" - coisa horrível para uma "control freak". Mas era bonitinho, embora não tivesse personalidade nenhuma. Talvez fosse 'moderno' demais para o meu gosto. Já não era de madeira maciça, meio mogno, com uma 'palhinha' forrando a madeira na cabeceira da cama e dois criados que a ela se prendiam. Muito parecido com o que se vê hoje em lojas populares (é, meu guarda roupa é um desses, 'linda' imitação de mogno, com puxadores que quebram, e portas que agarram no período das chuvas). Tenho nada contra a popularização dos bens, mas o desrespeito é notável, não é? Havia também uma cômoda cujas gavetas foram depois usadas como escada pela menina de pouco mais de um ano para ter acesso aos brinquedos que ficavam sobre ela!... A palhinha se repetia na metade de suas portas do guarda-roupa e em duas gavetas.

A copa era de segunda mão, na verdade uma doação de D. Inesita, (irmã do ex-governador Magalhães Pinto) - uma das pessoas mais doces que conheci, ela e seu marido. Fomos até lá por anúncio de venda de móveis usados. Ela tinha coisas de fazer cair qualquer queixo. Pedi-lhe que não se desfizesse daquelas coisas lindas - mas eles estavam sozinhos, a família queria que fossem para um apartamento. Obviamente não podíamos comprar nada daquelas lindezas, então nos deram a copa - mesa e quatro cadeiras, buffet de duas portas e gavetas no meio, pintados de cinza claro. Usamos por muitos anos - o buffet, minha tia o tem até hoje... E eu tinha amor por eles, nem tanto pela estética (nada especial), mas pelo carinho que eles simbolizaram. Já a sala tinha a minha cara - segunda mão e liquidações: uma mélange fantástica... Sofá cama de solteiro, sem braços, pés palito pretos, couro sintético (ou plástico?) cinza claro com vivo preto; uma poltroninha de estrutura e pés palitos pretos, fofíssima, de lã cinza meio axadrezada; uma estante da Cimo, de sucupira (os livros já começavam a ocupar mais lugar do que as pessoas...), com uma portinha basculante que serviria de "bar". E um abajur de pé, cujo prato refletor mudava de posição (extraviado numa mudança, doi até hoje!...).

Um quadro que eu pintara - uma virgem, ou similar. Mas o mais incrível era um relógio encaixado numa forma de buda em louça, de um mau gosto indescritível, que era preciso exibir por causa da origem do presente... Quando minha primeira filha começou a engatinhar apresentei-lhe a peça numa esperança (vã...) de que a quebrasse para o bem de todos e felicidade geral da nação... Uma mudança, finalmente, deixou só o relógio, sem a moldura horrorosa.

A bebê dormia num moisés de vime, cuidadosamente decorado - embora os parcos recursos - pela mãe, depois, num berço emprestado, de que não me lembro muito bem. Era um apartamento pobre de um estudante e uma funcionária mal paga, mas, tirando o quarto, parecia muito com o que eu queria. Nada extraordinário, algumas peças ganhas, outras compradas com dificuldade. E depois que a menina nasceu, convenci meu pai de que seria bom "para todo mundo" se ele me deixasse construir uma casinha prefabricada no fundo do quintal da nossa casa. Ainda eram os anos 1960, a decoração não havia mudado nada, a não ser pelas camas coloniais para as meninas (agora duas), mas a formatura do estudante nos levou para o interior e a outro padrão de vida.

É, eu sei - não há nenhum entusiasmo. Sinto muito. Eu não posso dizer, a não ser pelas meninas, que foram tempos bons, e não por causa da falta de recursos... - e havia uma ditadura se instalando, ainda por cima... Quem sabe os anos 1970s terão um pouco mais de cor?

Bjs, Vania

D. Vania, hoje professora aposentada de inglês e português (com direito a canudo e tudo...), foi antes secretária executiva bilíngue durante eras. Por duas vezes começou e abandonou a Escola Guignard, mas ficou o suficiente para conhecer o melhor da arte. Tem 4 filhos, três além-mar, uma à beira-mar, na Paraíba. Divorciou-se dos pincéis há muito, mas continua apaixonada por coisas bonitas, por feituras inusitadas e por gente linda!

Comentar

OUTRAS IDEIAS DE PÁSCOA

Tags: + + +

1. Arranjo de flores em casa de ovo, Martha Stewart. 2. Guardanapo de Orelhas, do Good Housekeeping. 3. Guirlanda com download do coelhinho, e 4. Cenouras, também da tia Martha. 4. Brigadeiros de cenoura do Superziper.

Comentar

OVOS DE PÁSCOA BORDADOS

Tags: + + + +


Projeto "Páscoa sem Ovos comprados" continua. Vi esses ovos de uma bordadeira ucraniana na Craft Magazine e achei impossível. Então resolvi testar o impossível. E tcharaans:


COMO PREPARAR OS OVOS:
- Usei ovos que viraram bolo (Nega maluca, que não requer gemas separadas das claras, pra facilitar a vida). Fiz um furo por baixo, com diâmetro de 1,5cm, mais ou menos. Como o furo é larguinho - e tem que ser, pra ficar mais fácil preencher o ovo depois - não é necessário fazer um furo do outro lado, e nem soprar. Basta sacudir levemente o ovo para retirar clara e gema.
Lave a casca vazia em água corrente.

- Deixe a casca vazia de molho por 15 minutos, numa solução de 1 colher de sobremesa de sal para cada 2 copos d'água. Retire e deixe secar.

COMO BORDAR OS OVOS:
Clique na imagem ao lado pra ver os detalhes. É bem mais fácil do que parece. Requer habilidade manual, mas não é nada ninja. (Ninja em treinamento, talvez?) Fiz também de estrelinha, e foi bem rápido.

A dica é, depois de pronto, encher o ovo de chumbinhos ou confetes de chocolate. Pra embalar, uma caixinha, ou celofane+fita. Não é um Fabergé, mas é bem valioso, né? E acredite: presentes de tempo são os melhores.


♥ Procurando outras ideias para presentes de Páscoa? Olha só.

Comentar

CUPCAKE DE BROWNIE COM NUTELLA

Tags: + + + + + +


Fuja do óbvio (e das filas dos supermercados e lojas de chocolate) e faça você mesma esse cupcake de chocolate pra dar de presente de Páscoa. Tenho a dizer que é de abraçar a família. Marido caprichou na gostosura.

As forminhas, o André comprou na Saara. São simples, de papel marrom. E a sombrinha de coelho é um adesivo que comprei em banca de revista. Mas um bom lugar pra comprar forminhas pela internet é o BarraDoce. Da última vez entregou rápido (mas não era véspera de Páscoa).


INGREDIENTES:
- 200g de chocolate meio amargo
- 200g de manteiga
- 2 xícaras de açúcar mascavo
- 1 xícara de farinha de trigo integral
- 4 ovos
- 30g cacau em pó
- 200g amêndoas ou avelãs, nozes, etc (opcional)
- 1 copo de Nutella (para o recheio)

COMO FAZER:
1- Bater os ovos com açúcar até dobrar de volume
2- Derreter o chocolate com manteiga (pode ser no microondas, parando de 15 em 15seg pra não queimar)
3- Misturar a farinha de trigo integral ao cacau
4- Misturar o item 3 ao 1
5- Adicionar à massa o chocolate derretido com manteiga.
6- Caso queira colocar as nozes ou amêndoas, essa é a hora de misturá-las à massa.

Encher 3/4 das forminhas de papel com a massa e colocar uma colher (chá) de nutela no centro, afundando um pouco. Assar a 180° por aproximadamente 25 min. (Até a massa crescer e rachar na superfície).

RENDIMENTO: 15 cupcakes

♥ E marido mais uma vez salvando o post do dia.

Comentar

CHÃO DE GIZ

Tags:


Meu amór, ando tão cansada que até essa música passou a fazer sentido. Imagens explicativas involuntárias da West Elm.

Se você quiser muito uma lousa pra chamar de sua também, e poder espalhar coisas sobre o seu chão ou sua parede de giz, tia Martha Stewart ensinou uma receita bastante libertadora. Dá pra fazer tinta-de-lousa de qualquer cor.

Receita de tinta de lousa:
1. Despeje 1 xícara de tinta de qualquer cor em um recipiente. Adicione 2 colheres de sopa de argamassa fina. Misture até ficar uniforme.
2. Aplique a pintura com um rolo. Trabalhe em pequenas áreas de cada vez, passando por cima do mesmo ponto várias vezes para garantir a cobertura completa e uniforme. Deixe secar.
3. Lixe com lixa 150, e limpe o pó.
4. Para preparar a superfície, esfregue o lado de um pedaço de giz sobre toda a superfície. Limpe com uma esponja pouco úmida.
Macete da Martha: Tenha como base um acabamento liso de tinta látex em qualquer tom. Para áreas pequenas, como uma porta, misture 1 xícara de cada vez.

Para se inspirar com outras imagens de lousas, venha por aqui. O ASTB também tem uma seleção ótima.

Comentar

FAVORITOS - O QUARTO DA LÍVIA

Tags: + + + +


"Olá, Vivianne. Sou sua leitora assídua, mas nunca comento. Sou um pouco envergonhada :) Sempre me inspiro muito no seu site e resolvi fazer umas mudanças aqui no meu quarto.


Esse apê é alugado e herdei algumas coisas, como a cor da parede, que preferi não mudar. Fiz a luminária de pisca-pisca (só durou inteira um dia, agora funciona só a metade do circuito!), o porta retratos com vidro de palmito, costurei a capa do rolo da cama...


Enfim, botei em prática algumas coisas que mamãe me ensinou, com seus empurrões! Tô feliz! Mando as fotenhasss. Um grande beijo, Lívia"

♥ Preciso dizer alguma coisa? -> ♥
♥ Quer um espelho de luz fofo assim? Cate um tecido lindo, e siga para a luz, pequeno gafanhoto.

Comentar

+PATCHWORK

Tags: +


A Mog tinha em casa esse manequim, meio assim-assado. Retalhos de tecido + cola branca = voilà! Um porta-colares.


Já a fotógrafa Ashley Ann usou cola quente + fotografias de família. O bom da cola quente, é que quando ela se cansar do efeito, fica fácil de tirar. (Clica na foto que ela cresce.)

Comentar

TUDO TERMINA BEM

Tags:


Quarta-feira. Dormi mal e acordei com sono. Por ter só 2 mãos, deixei cair tudo no chão do corredor. Bolsa, chaves, casaco, pasta A3. O pão foi parar na minha cara. #quemnunca? Esperei o ônibus por longuíssimos 30 minutos. Pisei no cocô de cachorro. 2 vezes. Tanto trabalho na minha mesa que não cabia mais nada. Os prazos caindo como dominó. Trabalho da faculdade pra entregar. E nada da minha futura substituta ligar confirmando que dia poderia começar. Então cheguei em casa e encontrei 2 presentes.

O doce de leite da Lider/Documennta me acertou em cheio. Uma colherada e eu nem lembrava mais do dia ruim. Aliás, que dia ruim?



E aí abri a outra caixa cheia de presentes de voltaàsaulas-começodeano-escolanova, da Staples. (Amei os alfinetes para mapas)

Moral da história? Não há mandruvá que não seja promessa de borboleta.

Comentar

PATCHWORK COM PÁGINAS DE REVISTA

Tags: + + + +


Então você decidiu fazer patchwork na parede, mas tá achando difícil achar papel de scrapbook por aí? Olha o que a Juju Nin me mandou da Suécia! Parede patchwork com receitas e fotos coladas com cola para papel de parede. Por cima um verniz.

Ela diz: "Recomendam papel com brilho para não amarelar. Apesar de amar minha parede "verde Brasil", estou tentada a experimentar."

E hoje o Studio da Lu mostrou outra solução linda, com as páginas de um livro. Não dá pra reclamar que não tem papel, né?

Quer ver outros posts com patchwork na parede pra você se inspirar? Venha por aqui.

Comentar

PATCHWORK NA PAREDE

Tags: + + + + + +


A Mari Bernauer se inspirou num post do d♥, e fez sua própria e linda parede de patchwork. Não ficou linda demais?

"Ganhei os papéis de uma amiga que acabou de voltar do EUA. Aí você vai pensar: "que ducha de água fria"! Mas não é bem assim porque sei que na Casa da Arte, aqui em Santo Amaro, vendem papéis maravilhosos de scrapbook! Eu ia lá comprar para fazer a parede quando comentei com a minha amiga e ela me disse que tinha trazido tantos que poderia me dar! O único cuidado que tive foi escolher papéis que fossem mais finos para que colassem mais fácil."

Tem também em várias lojas na internet, e se você tiver alguma dica de onde comprar, é só deixar nos comentários.

Agora, pra ter uma parede assim, quer saber os passos? Olha só:

♥ PASSO-A-PASSO DE PATCHWORK NA PAREDE ♥
♥ Escolha qual parede você quer cobrir. Optar por uma parede menor, facilita o trabalho. Ao escolher o papel, pode optar por folhas de papeis diferentes. Se optar pelo mesmo desenho, vai ficar com efeito de papel de parede.
♥ Meça a parede e calcule a quantidade dos recortes de papel (padrão de 30,5 x30,5cm). Se usar papel de presente, pode ser bacana cortar em quadrados.
♥ Pra ver melhor como vai ficar na parede, e antes de colar, você pode fazer um teste com fita crepe por trás, como no teste dos quadros.
♥ Pode usar cola branca mesmo. Com um rolinho fica mais fácil. Espalhe a cola de cima para baixo o suficiente para colar 2 de cada vez.
♥ Continue até que a parede está coberta!

Se você tiver facilidade de acesso, use cola própria para papel de parede, porque é mais fácil sair depois. (Dê uma lida neste post, porque tem uns truques.) Pode também fazer uma diluição da cola branca, 2 partes de cola branca para 1 de água.

Comentar

GETÚLIO DAMADO

Tags: + +


No bondinho amarelo com corações vermelhos, Getúlio Damado produz pessoas. É nessa banquinha, encostada em uma árvore, na rua Leopoldo Fróes, em Santa Teresa/RJ, que nascem as Danielys, as Rosas Leite, as Marias, e os Lacerdas. Dali os bonecos de Getúlio saem pro mundo.

Mas veio um homem mau, e mandou todo mundo sair. Ô prefeitura do Rio de Janeiro, o bonde do Getúlio é ponto turístico. Onde já se viu despejar ponto turístico? Faz isso não.



♥ Fotos de Sergio Araújo Pereira e Mariana Massarani.

update: \o/ E após 24 horas de mobilização, a prefeitura autorizou o Getúlio a ficar!

Comentar

BEING HUMAN

Tags: + +


Sabe aquela cena de Desconstruindo Harry em que o Woody Allen desce o elevador pro inferno? Quando chego ao ponto de ver todos os episódios de algum seriado americano, sinto que posso bater papo com o coleguinha do elevador, até o 7º andar. Aí eu reparo e comento o cenário ;-) #fikfdik

Mas me diz se a decô da casa muito bem assombrada de Being Human não é fantástica? Por fora e por dentro.


Tem como não amar essa cor de parede e essa mobília? Desejei essa parede indigo. Coral Roxo Windsor, ou Suvinil Aurora Boreal, me aguardem...

Comentar

PÃO DE CANELA EM FATIAS

Tags: + + + + +


Em feriados e dias santos, este blog ensina uma receitinha. E este pão eu desejei desde o instante que o vi. Fiz uma versão mais integral. E digo que é o melhor pão de canela que já comi, sem nenhuma dúvida!


Para a massa:
- 2 copos de farinha branca
- ¾ copo de farinha integral
- 1/4 copo de açúcar
- 2 1/4 colheres(sopa) fermento biológico seco (um pacote de 10g)
- 1/2 colher (chá) sal
- ¼ copo (60g) de manteiga sem sal
- 1/3 copo leite integral
- 1/4 copo água
- 2 ovos grandes em temperatura ambiente
- 1 colher(chá) extrato de baunilha

Para o recheio:
- ½ copo de açúcar cristal
- ½ copo de açúcar mascavo
- ½ copo de uva passa picada (opcional)
- 2 colheres(sopa) canela em pó
- ½ colher(chá) de noz moscada ralada
- ¼ copo (60g) de manteiga sem sal derretida até ficar marrom dourado (noisette)

Modo de fazer:
- Misture 2 copos de farinha, o açucar, fermento e sal. Bata os ovos e separe. Em uma panela pequena, esquente o leite e a manteiga até que ela derreta. Tire do fogo e adicione a água e o extrato de baunilha.
- Deixe descansar até ficar morno (50°C)
- Adicione a mistura de liquidos aos ingredientes secos, e misture com uma espátula. Junte os ovos e misture até incorporar. Adicione o restante da farinha e continue mexendo a massa por mais 2 minutos. Não se assuste, a massa fica bastante pegajosa.
- Repouse a massa em um recipiente grande, cubra e deixe descansar em um lugar morno até dobrar de tamanho (aprox. 1h)
- Enquanto a massa cresce, misture o açucar, canela, noz moscada e passas para o recheio. Derreta a manteiga até ficar marrom claro. Separe.
- Unte e enfarinhe uma forma de pão grande.
- Abaixe a massa, misture mais 2 colheres(sopa) de farinha e deixe descansar coberta por 5min.
- Após isso, abra a massa em uma superfície enfarinhada com um rolo. Ela deve ficar com aproximadamente 30x50 cm. Espalhe a manteiga derretida sobre a massa com um pincel e salpique toda a mistura de açúcar na superfície.
- Corte a massa em 6 tiras iguais, sobreponha as tiras e corte novamente em 6 pedaços (vão ficar parecendo pedaços de lasanha).
- Agora coloque os pedaços verticalmente na forma de pão e deixe descansar por mais 30 min.
- Asse a 180° por aproximadamente 30 min.

André Nogal é chef de cozinha, e adora inventar novos acepipes.

Comentar

O SENHOR CARTOLA

Tags: + + + +


Faz uns 3 anos que resolvemos, nesta casa, não nos presentearmos com ovos de Páscoa comprados. Desde então já fizemos coelhinhos de feltro, trocamos livros, recheamos ovos com chocolate e enfeitamos com decalque, e provamos ovo-bolo. Esse é o ano do Sr. Coelho. O João fez um, e eu o Sr. Coelho Cartola.

O caderno de instruções, você pega aqui. Em inglês, mas bastante visual. Aliás, o blog Maggie Makes é todo muito bom. Abaixo algumas dicas:


♥ Fiz à máquina, mas dá pra ser feito à mão tranquilamente.
♥ O bordado do rosto é muito simples. Para o ponto atrás, usado na boca e nos bigodes, tem instruções aqui.
♥ Os olhos fiz em feltro, três bolinhas costuradas antes. Um pontinho em cruz, com linha branca, faz as vezes de "brilho nos olhos". A Aninha me ensinou que olhos afastados deixam bichinhos com cara de bonzinho. Acho que aprendeu no Art Attack!
♥ O molde da cabeça deve ser cortado: 1 em tecido na cor do corpo, 1 em tecido mais claro.
Como o molde original vem em escala menor, pra facilitar pra você, a Maggie ampliou o molde e disponibilizou aqui.
♥ Seja criativo. Ao fazer um projeto, seja um coelho, seja a renovação de um móvel, coloque o seu toque pessoal.

Comentar