Top Ad unit 728 × 90

Tutoriais:

TUTORIAL

CAMBRIDGE LADIES

Às vezes quando vejo um ambiente decorado, lembro de um poema do e.e.cummings, the Cambridge ladies who live in furnished souls. Não é muito bom, e a ideia brinca no trapézio (® Brás Cubas) e logo ouço Simenon dizendo "O interior da casa era de impecável mau gosto, muito bem envernizado e disposto como se jamais fosse usado."

Caramba, casa é pra se viver, e a bagunça, e uma coordenação meio maluca entre objetos, só demonstra que o dono da casa é capaz de gostar de mais coisas que uma única. De mais uma cor que o branco. Ou o bege. (E se quiser tudo branco, e se isso for uma verdade, uma identidade, e não uma sugestão do decorador, que seja!)

O gaveteiro monstro é de um quarto de bebê (via @luisavoll). A colcha não perfeitamente esticada, o cachorro dormindo onde não devia, o sapato fora de lugar, não te dão uma gasturinha de felicidade? De saber que ali moram pessoas?

E se eu gosto deste outro quarto, não deixo de perceber uma realidade exagerada, uma bagunça ordenada demais. Mas é porque saiu na revista. E então imagino o quarto hoje. E sim, eu gosto. Do mesmo jeito que gosto de Cambridge ladies who live in real souls, in real homes.
CAMBRIDGE LADIES Reviewed by Vivianne Pontes on 29.10.09 Rating: 5

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.