Top Ad unit 728 × 90

Tutoriais:

TUTORIAL

Faça-você-mesma de hoje: um passaporte para o mundo


Never grow up, always grow better

""Posso tirar uma foto sua?" e começa o assunto. Ou: "Para fazer seu melhor retrato preciso entender melhor quem é você" e são horas de conversa. Me apaixono e re-apaixono pela fotografia quando percebo que ela é um passaporte, um visto, um passe livre para entrar na vida do outro." Bob Wolfenson

Quando ouvi isso em uma palestra me perguntei qual era o meu passaporte, já que não domino as lentes, aberturas e matemáticas das câmeras, e quando carrego uma, me esqueço dela, perdida em abstrações e conversas interessantes. Bem, é isso! Meu passaporte no mundo é a conversa, a língua.

Falar inglês com fluência me deu muitos vistos e passes-livres na vida. O visto pra entender aquele diálogo melhor do que a legenda, e melhorar meu senso crítico. Para ultrapassar minha vergonha adolescente e conseguir perguntar como faço para chegar lá (seja "lá" o Tate Modern ou tantos outros lugares geográficos ou não), e isso melhorou minha comunicação como um todo, mesmo em minha própria língua-mãe. Me permitiu ler livros, fazer buscas, cursos, entrar em conversas que fizeram diferença no meu trabalho, na minha criatividade (afinal criatividade não vem do nada, vem de repertório, de conhecimento adquirido). Falar inglês com fluência me permitiu devolver esse privilégio, colaborando em projetos queridos que têm a pretensão de transformar esse em um mundo melhor.


Falar inglês me deu algo muito especial para mim: passe diário para um dos meus lugares favoritos no mundo, o rio Tâmisa, em Londres. Às vezes ensolarado e explodindo felicidade, outras nublado e pensativo, ao lado dele me sinto amparada. Me sinto criança e adulta de novo.


Ao ver o Tâmisa pela janela da cozinha...


Ou do barco, eu agradeço pelo privilégio, pelo esforço de meus pais para pagar o curso de inglês, pela persistência (que não era mais do que minha obrigação, mas que mesmo assim não é menos motivo de ser grata). Agradeço por essa segunda língua, que me abriu um mundo, mesmo eu sendo tão tímida que nunca tiro uma selfie :-). (Mas todas as fotos desse post foram tiradas por mim.)


Pensando nisso, nós do dcoracao.com e do time da Cultura Inglesa nos juntamos para te dizer: matricule seu filho numa escola de inglês que prepara para o mundo. Faz diferença, e ele vai te agradecer no futuro.

Quem também falou sobre a importância do inglês na vida e no dia a dia foi a Dóris Kreuser, mãe da Natália Kreuser do canal Kreuser tipo Freud.

♥ Aproveitamos para agradecer à Cultura Inglesa, que ao nos patrocinar permite que o dcoracao.com continue a produzir bom conteúdo pra você. :-)
♥ Aproveite e acompanhe a Cultura Inglesa nas mídias sociais: youtube | facebook | instagram | twitter

Faça-você-mesma de hoje: um passaporte para o mundo Reviewed by Vivianne Pontes on . Never grow up, always grow better ""Posso tirar uma foto sua?" e começa o assunto. Ou: "Para fazer seu melhor retra... Rating: 5

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *