Seguidores

Arquivo

FELIZ NATAL!

A principal vantagem da antiga religião grega*, pra mim, é aceitar a falibilidade humana. A teologia grega abertamente desencoraja a confiança cega baseada em esperanças irrealistas de que tudo vai dar certo no final.

Chega de prolegômenos! O que quero dizer é: não dá pra fazer tudo. Não dá pra fazer tudo certo. A perfeição nem é humana.

E nessa época do ano fica tudo meio comercial de margarina, com todo mundo parecendo feliz demais. Procurando bem todo mundo tem pereba. Então relaxa se o bacalhau ficar meio salgado. Se não deu pra comprar todos os presentes. Se você sente falta da sua mãe. Do seu pai. Do seu filho. Nem tudo é perfeito.

Mas ó, por mim, dê cá um sorriso. Pense no passarinho cantando de manhã, no cheiro de café e pão quente. No moleque passando na bicicleta assobiando samba. Nas luzinhas. No sorriso do bebê no carro ao lado. Em acordar e perceber que dá pra dormir mais 5 minutos. No panetone de chocolate. No presente besta que você comprou pra você mesma. É importante dar valor as alegriazinhas, às pequenas coisas simples da vida, porque as grandes alegrias não acontecem em número suficiente para manter você feliz o tempo todo. Mas as alegriazinhas acontecem toda hora, sem querer. E de alegriazinha em alegriazinha pode-se encher a bacia até transbordar.

Então eu desejo, que neste Natal, sua bacia transborde. São os meus votos.

*Tem um texto, já antigo, que gosto muito, que pede que se traga de volta os deuses gregos*. É um texto finamente irônico.  Se quiser ler na íntegra, em inglês, tem aqui.