Seguidores

Arquivo

PARIS

Tags: + + +

Quando eu tinha dez anos, meu pai e eu fomos a Paris(...). Ficamos em um hotel bacana, e ele disse que eu podia comer o que eu quisesse no café da manhã (batata frita). Fomos ao museu Pompidou, à Torre Eiffel e ao Museu do Louvre. Foi maravilhoso. No avião de volta para Londres, meu pai me perguntou se eu sabia o motivo de viajarmos, só eu e ele, para um fim de semana em Paris. Eu disse não. Ele disse: "Eu queria que você visse Paris, pela primeira vez, com um homem que vai te amar para sempre, incondicionalmente." Gwyneth Paltrow

***

Apartamento do designer Hervé Van der Straeten em Paris, fotografado por Simon Watson.

Apartamento de Christian Lacroix, à venda em Paris. Fica na place des Vosges, um lugar lindo, lindo, no Marais. Mas acho que a crise não está ajudando muito na venda. Já caiu de 2,6 milhões para 2 milhões. De euros, é claro. Fotos da imobiliária.

***

É, pós carnaval tô lendo Travessuras da menina má. E Paris me pareceu, subitamente, uma festa.

***
Foto de Diana Gandra, Carnaval 2009

E o carnaval no Rio? Nem vou te contar. Vou te mostrar, assim, assim e assim. Não vi briga, não soube de ninguém que foi assaltado. A única coisa que ouvi foram planos de fantasias mais elaboradas no ano que vem. E o rei acenando da varandinha (pelo youtube, porque cheguei atrasada na Urca).
Foto de Roberto Tumminelli, Carnaval 2009

Comentar

ALCE

Tags: + +

alce

Procurando outro projeto? Dou-lhe. Papel, espuma e moldura, e eis o alce politicamente correto. O passo-a-passo é em inglês, e dessa vez a versão traduzida do Google ajuda mais.

Comentar

PASSARINHOS

Tags: + + + +

Mas... se você vai passar o carnaval em casa e está procurando um projetinho pra abstrair, olha só esse móbile. Dá pra imprimir cada passarinho no lado esquerdo dessa página, e colocar a tesoura e a cola pra trabalhar. Se quiser, pode até pegar a versão só com o contorno e pintar seus próprios passarinhos. O passo-a-passo é em francês, mas a versão traduzida do Google pode ajudar. Bem, não muito...

Comentar

CARNAVAL 2009

Ói, que eu sou meio metida à besta, não gosto de axé, detesto gente me relando pra imitar o Olodum – passei carnaval em Salvador uma vez pra nunca mais, valha-me Nosso Senhor do Bonfim. (Vejam bem, adoro Salvador e a Bahia toda, de Abrolhos a Mangue Seco, passando por Caixa-Prego. Mas não no carnaval.)

Então eu, que achava que o melhor carnaval era o de Ouro Preto – mas quando e se a gente tem uns vinte e poucos anos. Aquela coisa de blocos, de marchinhas. Eu – preparem-se para a revelação – tocava alfaia no bloco Pirata e me esbaldava no bloco da Lama, até o dito ser proibido por lesar o patrimônio histórico universal, uma vez que os foliões não conseguiam se segurar em suas (lá deles) pernas, e deixavam suas (lá deles) mãozinhas marcarem de lama os casarões coloniais. Depois de uns 5 anos de lambança o padre Simões arretou, moveu mundos e fundos e acabou com o bloco da Lama! (Padre Simões, ele mesmo, o que disse no meio da Santa Missa que se peito fosse buzina ninguém conseguiria dormir uma noite em Ouro Preto. Eu adorava (r)ir na missa de padre Simões.) Sem contar minhas aparições no bloco das Lajes (salve Serigy!) e no Mesclado.

Mas o tempo passa, a gente cansa de ficar com roxo na perna. E os vinte e poucos viram trinta. Mas – things get dirty as we get to thirty – e eu descobri que carnaval no ridijaneiro é bom demais! É o carnaval de Ouro Preto sem os pós-adolescentes! Esquece a cobertura da Globo: aquilo devia ser gravado no Projac, Carnaval na Marquês só serve pra dificultar o trânsito pra Lapa. O bom mesmo é ir pros blocos.

E tem muitos, muitos. Tantos e pra tantos gostos que nem me arrisco. Nem vou citar. Saiba da programação aqui e aqui. As informações de horário e dia são bastante desencontradas, mas sempre dá também pra encontrar um bloco no caminho.

Este post é só um ufanismo bairrista pra te dar água na boca e vontade de passar carnaval no Rio. Mas se não vier, aproveite o carnaval aí também!

Todos os desfiles são gratuitos. Paga-se apenas nos ensaios em locais fechados.

Comentar

PASSAMANARIA

Tags: + +

papeldeparede
Esse papel de parede aí resolveria o meu problema em decidir qual estampa gosto mais. Segundo os criadores, visual de "autêntica passamanaria da vovó". Tá bom, não é à tôa que a Ana dia desses definiu meu vestido como de "vovó moderna".

Comentar

PINTE O CHÃO

Tags: + + + + +

Paredes pintadas, e a mão nervosa quer buscar outros projetos. Bem, pintemos o chão. Quer ver?
Esse chão rendado vi num blog lindo chamado My Marrakesh.

Quando se trata de um ambiente, eu procuro processar o assunto antes de mostrar. Assim: eu vejo a imagem, arquivo, busco maneiras de alcançar aquele resultado, e/ou junto outras fotos com resultados semelhantes. Muitas vezes faço eu mesma o projeto. E só depois apresento. Mas dessa vez vou mostrar antes. Então quem testar vai mostrar pra mim, combinado? O passo-a-passo eu tirei da finada revista Domino, e adaptei.

O estêncil, dá pra encontrar alguma variedade em lojas de artesanato. Mas também é possível fazer. Já vi um tutorial simples no Casa da Cris, mas é possível encontrar outros mais complexos na internet.

*** PASSO-A-PASSO ***

Material
• Lixa média
• Fita crepe
• Tinta*
• Pincel ou rolinho de no máximo 10cm
• Estêncil
• Papel toalha
• Verniz acetinado à base d’água

*A tinta látex não é indicada pra esse tipo de serviço; se você estiver trabalhando em piso de cimento queimado a melhor opção é a tinta acrílica. No caso de piso de madeira, o esmalte sintético. E, em qualquer um dos casos, a tinta tem que estar bem diluída e distribuída em muitas camadas, para melhor aderência. Outra opção seria a tinta epoxi, que serve pra qualquer tipo de piso, como porcelanato, granito, paviflex, carpete de madeira, e até alguns tipos de cerâmica. Apesar de poder ser aplicado com pincel ou rolo, o ideal seria a utilização com compressor e acabamento com cera industrial para maior durabilidade.

Prepare o chão.
1. Limpe o chão. As superfícies devem ficar limpas de poeira, sujeira e manchas de alimentos. Limpe todo o pó com um pano úmido, quase seco, antes de começar a pintar. Deixe secar antes de continuar. Se o chão for de madeira, lixe com a lixa média. Se for sinteco, vai ter que ser retirado antes.
2. Coloque fita crepe no rodapé, para evitar que se suje.
3. Caso queira pintar a base, aplique camadas finas da tinta de chão. Use um pincel pra pintar nas bordas e o rolo para pintar na área central.
4. As demãos de tinta devem ser sempre muito finas, sendo que a primeira é quase transparente.
5. Dê o tempo de pausa necessário entre as demãos.

Planejamento
Esta etapa serve para planejar a distância entre um desenho e outro.
1. Use a fita crepe para prender o estêncil no local desejado para começar. Não use outro tipo de fita colante, pois apenas a fita crepe é fácil de retirar depois.
2. Marque com o lápis o centro de cada desenho e faça marcas em “+” com fita crepe para identificar/marcar onde o estêncil deverá ficar quando se repetir.

Pinte
É mais comum fazer o estêncil com pincel de cerdas curtas, mas para projetos maiores, como o caso do chão, pode-se usar um rolo de espuma.

Trabalhando com o pincel
1. Com a ajuda da fita crepe, cole o estêncil no chão, de acordo com os locais marcados.
2. Mergulhe o pincel na tinta. O pincel deve estar quase seco, então tire o excesso de tinta com o papel toalha. Se você não respeitar esta regra, a tinta vai escapar e o desenho não vai ficar demarcado. Para ver se a tinta está ok, passe o pincel em uma folha de papel. Se parecer quase seco, está bom.
3. Pinte o estêncil com cuidado, dando batidinhas. A primeira camada deve ser quase transparente. A tinta deve secar rapidamente, para que o desenho não vaze. Se quiser que a tinta fique mais forte, faça mais camadas. Dê o tempo de pausa necessário entre as demãos/camadas.
4. Só retire o estêncil com a tinta seca. Passe para a próxima posição.

Trabalhando com o rolinho
Use um rolinho de no máximo 10cm, e tenha bastante papel rascunho. Não use jornal, senão você manchará o seu trabalho.
1. Com a ajuda da fita crepe, cole o estêncil no chão, de acordo com os locais marcados.
2. Coloque um pouquinho de tinta em uma bandeja (eu uso muito tampa de sorvete).
3. Passe o rolo na tinta e role na parte seca da bandeja, tentando distribuir a tinta na espuma do rolo.
4. Passe o rolinho no papel, para remover o excesso. A tinta deve ficar no papel quase como se estivesse seca.
5. Passe o rolo cuidadosamente pelo estêncil, com cuidado para não aplicar nenhuma pressão.
6. A tinta deve ser passada em camadas extremamente finas. Se quiser que a tinta fique mais forte, faça mais camadas. Dê o tempo de pausa necessário entre as demãos/camadas.

Finalização
1. Se você acidentalmente aplicar muita tinta, e perceber que a tinta vazou, não se preocupe. Continue até terminar o chão. Quando a tinta estiver completamente seca você pode voltar e retocar
2. Quando o estêncil estiver complete e seco, aspire o chão ou limpe com um pano seco, para remover a poeira.
3. Aplique uma camada de verniz poliuretano à base d’água para proteger o trabalho.
4. Deixe secar completamente antes de andar no chão.

Nota: Este post teve a ajuda da arquiteta Luisa G. Dominoni.

Comentar

ANN TARANTINO

Tags: +

Procurando o novo filme do Tarantino, eu descobri a ilustradora Ann Tarantino.

Comentar

SACO DE DORMIR

Tags: + +

Clique pra ampliar. Daqui.

Então. Esse saco de dormir me lembrou aquela piada infame.

Comentar

BONECAS DE PAPEL

Tags: + + + +

Esta semana descobri um site com várias bonecas de papel. Tá, eu sei. É o famoso “pra que isso?”. Mas são bonitinhas e não fazem mal a ninguém.

Segundo a Wikipedia “O fato de ser um brinquedo bidimensional exige que a criança se utilize mais da imaginação do que o fazem os brinquedos tridimensionais e com detalhes mais realísticos, com acessórios prontos, que não dependem da criatividade da criança. As bonecas de papel atuam sobre a imaginação da criança como as ilustrações dos livros, estimulando-a sem dar todas as respostas, cabendo à criança completar a criação com seu imaginário próprio.”

E pra te dar uma coisa adulta pra fazer com elas, olha o que vi no Hey Lucy:


Olha essa da Frida Kahlo:
Mais bonecas aqui.

Comentar

Profumo affair

Tags: + +


Esta não é uma cadeira Ant* (Formiga) de Arne Jacobsen. É ligeiramente diferente. Mas esta também não é a foto de uma modelo nua sentada em uma cadeira bonita. É ligeiramente diferente. É a foto que ilustrou um escândalo, e o escândalo ajudou a eternizar a cadeira. O britânico Jack Profumo era secretário da Guerra quando se envolveu com Christine Keeler, a modelo.


O ensaio foi feito para promover um filme. Uma cópia do ensaio foi roubada do fotógrafo Lewis Morley, e publicada na capa do tablóide Sunday Mirror. Pronto. Junte uma pin up, um ministro da guerra, uma peça de design e um escândalo. A criação de um ícone é inevitável.

*A cadeira Ant não tem este recorte para os dedos. A foto original está no National Portrait Gallery, em Londres.

Fontes: Victoria&Albert, Wikipedia, Apartment Therapy.

Comentar

HORTA

Tags:

Eu tenho uma horta em casa. Bem, eu tento ter. Mas o seguinte é esse. A dupla dinâmica Mel&Merlin adora mascar uma plantinha. Então eu fiz minha horta em uma prateleira, na área de serviço. É alto, e eu tenho que subir no banquinho pra alcançar. Aí, muitas vezes, fico com preguiça e não molho. Quando eu molho, Nilda também molha, e as ervas morrem. Às vezes ninguém molha. Uma vez plantei um coentro com aquelas sementinhas de saquinho. Quando os brotos nasceram (meeses depois) eu fiquei toda feliz. Aí os brotos sumiram. Nilda tinha arrancado achando que era mato.

Aí, estou há tempos querendo postar sobre horta, mas pra isso queria tirar uma foto da minha. E ela nunca fica bonita na foto (será por quê?). Então eu desisti de esperar que a minha horta fique viçosa. Mas espero que a sua fique.

***

Outro dia recebi um email do Marcus. Ele escreveu um artigo sobre hortas e me disse que eu poderia publicar aqui. Então segue.

***

Apartamento também pode ter horta. Com certos cuidados e seguindo algumas dicas, é possível ter uma horta com temperinhos e ervas.

Quanto mais tempo de sol e espaço de área ensolarada, maior será a diversidade à disposição dos jardineiros de apartamento. As ervas aromáticas, além de se contentarem com o menor dos espacinhos, crescem mesmo sem a incidência solar direta. Basta que haja claridade natural na maior parte do dia. Ventos fortes e constantes não ajudam.

Bom, agora que você já identificou os locais da sua futura horta, vejamos como fazer.
O material de trabalho é bastante simples e o custo é baixo. Você pode usar vasos, mas é possível reutilizar materiais como caixas longa-vida, geladeirinhas de isopor ou garrafas PET.

Com o tempo, paciência e dedicação, sua horta não só embelezará a casa, como trará um pouquinho da natureza para o dia-a-dia da família. E não vá desanimar se o seu pezinho de rúcula não vingar.

DICAS:
+ Escolha do local: O ideal é a varanda ou junto à janela. Prefira locais que recebem sol pela manhã.
+ Vasos e jardineiras: Podem ser encontrados em supermercados no setor de jardinagem ou em lojas especializadas. O melhor é que tenha mais de 20cm de profundidade, para que as raízes tenham espaço para crescer.
+ Terra: Compre terra adubada, é mais prático, e as plantas crescem melhor.
+ Preparação: Encha um terço do fundo do vaso ou jardineira com brita ou argila para facilitar a drenagem. Lembre-se que os vasos devem ter furos no fundo, para escoamento da água.
+ Cultivo: Plante com espaçamento (que varia de acordo com a planta). Tenha como parâmetro a planta adulta. Quando usar mudas, lembre-se de fincar estacas para auxiliar o crescimento vertical. Opte por plantas com raízes curtas, como coentro, cebolinha, salsinha.
+ Água: No início, regue três vezes por dia até que a semente germine ou a muda pegue. Depois, basta uma rega diária, de preferência pela manhã. Retire plantas invasoras e proteja a horta de insetos, principalmente borboletas. Seus ovos viram larvas, que se alimentam das plantas. Regar é importante, mas a terra tem que estar úmida e nunca encharcada.

Hortinha da bela Eloísa


Hortinha da Elaine


Hortão do pai do Joe

Comentar

DOMINGO

Tags:

janela
Domingo é soletrar o vácuo de domingo. E é quando faço a oração: abençoadas sejam as minhas janelas.

Comentar

QUARTO DE DORMIR, QUARTO DE SONHAR

Tags: + + + + + + +

Desses quartos eu diria: "quero-te só para sonho". Gosto das cores, mas falta-me a ousadia.

Comentar

QUARTO DE DORMIR, QUARTO DE DESCANSAR

Tags: + + +

'O que tenho sobretudo é cansaço, e aquele desassossego que é gêmeo do cansaço quando este não tem outra razão de ser senão o estar sendo.' Então me distraio mudando o ao redor, enquanto o didentro espera o outono das coisas. Idéias? Preciso de muitas, e divido com vocês.

Primeiro pensei em preto e branco. E eu adoro estampas que embaralham os olhos. (Talvez uma vontade insuspeita de me confundir? De me perder?)

Mas decidi que teremos paredes brancas e pinceladas de azul calcinha, amarelo e vermelho.

Comentar

ONDE TEM?

Tags: +

Porque eu quero uma bolsinha dessa, com alcinha. Mas só vale se for made in Brasil. Esse é daqui.

Comentar