Top Ad unit 728 × 90

Tutoriais:

TUTORIAL

Quando a barganha não compensa


Seguinte é este. Fui à Saara comprar "suprimentos", e parei em frente a esta loja, da Rua Buenos Aires 250. Lanternas japonesas a partir de R$1. Parei e fiquei pensando sobre o maldito capitalismo. (Oi tia Ana Vasconcelos!) Pensei tanto que resolvi fotografar.

Claaaaro que as que custam mais caro só representam um maior lucro, da loja, na nossa ponta. Porque na ponta de lá, de quem produziu, a variação de preço é mínima. Mas saber que se pode vender na ponta de cá a este preço, foi um tapa na minha cara.


Quem não gosta de uma barganha? Eu adoro. Mas fico pensando até que ponto uma barganha não significa subemprego (de quem faz a peça). Como esta colcha de casal, que pra estar por R$40 numa loja no Brasil, deve ter custado R$5 em Bangalore.

Nada não. Só pensando.
Quando a barganha não compensa Reviewed by Vivianne Pontes on . Seguinte é este. Fui à Saara comprar "suprimentos", e parei em frente a esta loja, da R... Rating: 5

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *