Seguidores

Arquivo

10 segundos de sabedoria

Tags: + + + + + + +


Se a gente procura algo pra colocar na parede, que nos inspire, ou nos acalme, ou nos provoque alguma reação, esse algo bem que pode ser um poster, com aquela frase que resume tudo que você precisa ouvir todo dia. Tipo quando você precisa daquela força pra ir trabalhar. Ou quando o dia foi péssimo. Ou quando os prazos estão em cima. Ou quando tá tudo ótimo e você tem que lembrar de aproveitar...


Se não for uma frase pra motivar ou pra refletir, também pode ser pra te fazer rir. (Ou pode ser uma que faça tudo isso ao mesmo tempo).


Além de te dizer algo, os posters de frases ainda tem um monte de outras coisas pra te deixar olhando por uns minutinhos: a tipografia, as cores, a composição... Tem os escritos na velha e boa Helvetica, mas também tem aqueles retrôs, que misturam um monte de fontes, os com jeitinho de escrito a mão, os coloridos e os minimalistas... A verdade é que tem pra todos os públicos e gostos, entra com "quote poster" no Pinterest pra ver.


Estudos apontam que cresce a cada dia o número de pessoas que não aguenta mais o poster do Keep Calm e suas variações engraçadinhas, mas convenhamos: a mensagem é universal demais, ele é simples e direto e acho que isso explica todo o hype. Você pode fazer a sua variação, nem que seja só pra colocar na internet. Mas se quer comprar mesmo, a lojinha brasileira tem vários bonitinhos.


O que tá meio em falta são opções em português. Mas, correndo o risco de ser apedrejada, qual o problema do inglês? Se você entende, e gosta, se joga. (Agora, bem que a gente tem um monte de frases e ditados brazucas que mereciam ir pra parede, né? #fikdik pros designers.)


Mas se a sua frase preferida não virou poster ainda, isso não é difícil de resolver. Você só precisa de um programa vetorial (ou de um amigo designer), e de uns minutos brincando com as opções de fontes e as cores de fundo. Imprima em uma gráfica rápida, emoldure e pronto.

Ou você pode escrever a mão, brincando de calígrafo (no Rio de Janeiro, tem cursos ótimos de caligrafia com o Cláudio Gil). Ou então - opção super bacana - você pode ir treinando num quadro negro e variando as frases conforme o seu humor. : )

♥ Imagens: bluntlondonTherese Holt, I cand readVivianne Pontes, Alana Cavanagh.
♥ Posteres em português: Ricardo ArturSuperziperUrban Arts, Estudio Cereja, Tanlup 1, Tanlup 2. O "mente esperta, coluna ereta, e coração tranquilo" é o mantra do dcoracao.com.
♥ O dcoracao.com tem diversas sugestões para imprimir direto da internet.

Comentar

Dança das cadeiras: cadeira Eames DSR

Tags: + + + + + + +


Charles e Ray Eames de novo. *amor eterno, amor verdadeiro* Não consigo me cansar. Então vamos continuar nossa dança das cadeiras? Hoje, no palco, a dupla DSR e DSW.

Lembrando: eles usavam três letras para identificar a maioria dos projetos, e ainda acho que no meio dessa sopa de letrinha, a gente bem pode aprender direito os nomes das peças. E o dcoracao.com fez uma tabelinha (você viu?) pra te ajudar entender.


Então DSR é a sigla para Dining Side shell R-wire base - ou seja, nomeia originalmente a cadeira que é inteiriça e de pé "torre Eiffel". Mas - como te disse na semana passada - nem o Google entende essa diferença, e chama tanto a de concha maciça, quanto a de aramado, de DKR :-/


Niqui, a mesma cadeira, mas com pé de madeira, se chama DSW, de Dining Side shell Wood base.

Ufa! Captou agora e para sempre? Se não, também, ninguém vai morrer disso. :-)


Pé de madeira ou de metal, a dining side chair também foi feita, originalmente, para ser uma cadeira de mesa de jantar. Mas por ser confortável, não marcar o derriére - tem coisa mais irritante que cadeira de ripa? - e ser linda de doer, passeia por toda a casa, e por milhões de fotos em blogs, produções fotográficas e projetos de decoração.


Bem, se você tem pouco espaço, #team_ovo, a DSR transparente desaparece. Tem o mesmo efeito de não pesar que as mesas de vidro, mas com muito mais bossa. A branca dá um tom escandinavo, e a colorida rouba meu ♥.


♥ Esta é uma série sobre cadeiras, patrocinada pela Essência Móveis. Nesta série mostraremos as características de cada uma das "modelos", assim como exemplos visuais de uso. Onde fica bom, onde não fica, e qual a melhor maneira de usar cada cadeira na sua casa. Destacamos que o texto reflete a opinião honesta do dcoracao.com.
♥ A DSR no catálogo Eames :-)
♥ Quer saber mais sobre os designers Eames? A gente te conta.
♥ Imagens: Vintage Racers, H&H, NYT e ALL.
♥ Por falar em Eames, sou só amor pelo documentário, você viu? Tem o trailer aqui. E, com legendas em inglês, dá pra ver com esse link aqui.

Comentar

Lambris x boiseries

Tags: + + + +


Primeiro foi o adesivo de parede, depois o papel de parede. O próximo grito da moda em Paris são os lambris e boiseries. Não é de comer, mas o dcoracao.com mastiga pra você.

Lambris (no singular, lambril) = painéis.
Boiserie = carpintaria.

Boiserie (se pronuncia “boáserrí”) é carpintaria, pura e simplesmente, e sem frescura, olha só. Daí, sabe como uma palavra em uma língua parece significar uma coisa diferente da sua tradução para a nossa? Dégradée, que é deteriorar, mas nossas mães entendem como - ora, de novo outra palavra em francês, para o mesmo sentido, mas *mais moderna* (risos) - ombrée, que é sombrear. Mas a gente entende um sentido diferente, quando fala em francês, e seguindo o mesmo raciocínio, boiserie vira, falada por nós brasileiros, e conforme um contexto histórico, uma carpintaria chique e delicada.

O mais adequado é chamar o revestimento de paredes com madeira (e mais modernamente até com isopor, ou pvc e mais comumente de gesso) de lambril. Lambril é revestimento, painel. Aliás, em inglês a palavra usada é a tradução correta do lambril, panelling, de painel.


Todo tipo de revestimento em madeira para paredes, em sua concepção, serve para conforto térmico. As paredes de pedra ou tijolos são frias, a madeira menos. O propósito decorativo é um "acessório", uma consequência, que com o tempo - e a moda, ou os trópicos - acabou por ser uma importante função. Tão importante, que o fator isolamento térmico é esquecida quando se faz, por exemplo, os lambris em gesso.


Mas e aí? E aí é que é fato: lambris podem dar aquela levantada na produção de qualquer ambiente. Maria Antonieta curtia... A França é cheiiiinha de lambris. Muitos. De todos os tipos. Pra todos os lados. Eles foram super populares lá, pelos idos dos séculos XVII e XVIII.


Os trabalhos de meia altura surgiram como uma alternativa mais barata. E não é que esse é um dos jeitos mais charmosos de deixar a casa com um ar sofisticado? Quanto às cores, é comum encontrar os lambris na mesma cor das paredes, pois fica elegante e discreto. Mas combiná-los com cores fortes fica moderníssimo.


E aí, animou? Aqui tem um link para como fazer um painel de meia parede (é em inglês, mas dá pra entender pelas figurinhas). Mudança fácil, rápida e muito expressiva.

♥ Imagens: Merry Mishap, ®Leigh Johnson, Heart Home, e da falecida Domino Magazine.

Comentar

Desafio dcoracao.com, esse é pra você!

Tags:


Eu sempre fico querendo ver como vocês estão se saindo na decoração de suas casas. E agora tenho um incentivo para isso! Periodicamente lançaremos um desafio, com prêmios.

E o primeiro desafio é *COZINHAS*. Vá lá, com muito carinho - e muuuuita luz natural, e fotografe um canto bonitinho,  ou a cozinha inteira. Não vale foto de celular, pois fica sempre uma eca. Use um programa de edição, clareie, faça bonito. :-)

Envie as fotos para desafio@dcoracao.com (Olha lá, hein? Fotos enviadas para outro endereço serão descartadas.) O prazo para envio das fotos é até 05/out. Daí dá tempo de dar uma arrumadinha ;-)


O primeiro ganhador receberá em casa um kit de panos de prato ultra-modernosos da Phant.

DINÂMICA:
As fotos devem ser enviadas para o email desafio@dcoracao.com. A equipe dcoracao.com publicará em álbum próprio do desafio, no Facebook.
O ambiente mais bonito - que será escolhido pela quantidade de likes no Facebook, ganha!

REGULAMENTO:
- São elegíveis ao prêmio todos os leitores, residentes no Brasil, que participarem do concurso cultural.
- Só serão aceitas as fotografias dentro do tema proposto. Todas as demais serão desconsideradas.
- As fotografias devem ser, obrigatoriamente, da sua própria casa.
- As imagens serão exibidas no site dcoracao.com e no http://www.facebook.com/dcoracao.
- As imagens poderão também ser exibidas no site dos patrocinadores do concurso cultural.
- O participante poderá se inscrever com até três fotografias. O formato é livre, poderá ser vertical ou horizontal.
- No ato do envio é dada a autorização de uso de imagem.
- Este concurso é exclusivamente cultural/artístico, sem qualquer modalidade de sorte ou pagamento pelos participantes, nem vinculação destes ou dos vencedores à aquisição ou uso de qualquer bem, direito ou serviço.
- A participação neste concurso implica na aceitação total e irrestrita de todos os itens deste Regulamento.

♥ Caso você queira patrocinar algum desafio, me diga.

Comentar

Por um fio

Tags: + + + + +


Na gringa, pelo menos, é modinha ter uma lâmpada pendendo pelo fio, assim, nua, sem a roupa do lustre.


Os profissionais de iluminação torcem o nariz, pois olhar direto pra lâmpada pode não ser agradável - e não à toa o aparato quase sempre é fotografado apagado. Mas que fica bem clean, isto fica.


A montagem é bem simples. Bocal + fio. Colocando uma tomada, dá pra usar em qualquer lugar. Ou pode ser instalada mesmo, como um lustre.


Muita gente pergunta: e onde acho o fio colorido? É, nas lojas brasileiras nunca achei. Mas a alternativa é cobri-lo com washi tape, (lembra da versão estampada?) ou com fita isolante colorida, essa bem mais fácil de achar.


A lâmpada deve ser bonitinha também, e econômica, porque nosso bolso não merece a lâmpada incandescente. As em formato de globo são hoje bem mais fáceis de achar do que há pouco tempo atrás. Tem opções leitosas - que incomodam pouco os olhos - e até em led.


Esta foto acima foi de um ambiente da Bel Lobo, no Bairro Carioca. Fio e bocal tomaram um bom banho de tinta spray pra ficarem bonitinhos e vermelhinhos.


Se a dúvida é como fixar, no teto coloque um gancho. Na parede, além do gancho existem alternativas, como mãos francesas.

♥ Imagens: Form Conspiracy, Ellen's, Trendenser, Elle No.
♥ Outras lâmpadas nuas e seminuas? Aqui.

Comentar

Como limpar pinceis, para poder usá-los +vezes

Tags: +


Se no fim de semana te der uma vontade enooorme de fazer algum projeto que envolva pintura, reserve um pouco de energia para limpeza dos pinceis, afinal você pode precisar deles de novo, e não há a menor necessidade de se jogar fora o que pode ser reutilizado.

Por incrível que pareça, aguarrás e Thinner devem ser evitados para limpar pinceis :-/ Solventes fortes assim estragam as cerdas.
Aqui como eu faço:

- Tiro o excesso de tinta (ou cola) com papel toalha, antes de lavar.
- Aplico nas cerdas creme de cabelo ou óleo de bebê, ou creme próprio pra limpar pinceis, como esse. Com o produto nas cerdas, massageio até soltar um pouco a tinta ou cola, ou verniz, ou whatever.
- Com uma escovinha, daquelas de "escovar careca" hi hi hi, penteio o pincel, ainda com o creme nas cerdas. Isto faz com que os restos de tinta se soltem. Claro que existe a escovinha própria para isso, mas aquela de farmácia, ou mesmo um pente de dentes não muito distantes, resolve perfeitamente a questão. Depois é só lavar de novo, para tirar a tinta e o excesso de creme, ou óleo.


Outros truques:
- Mergulhe o pincel em óleo de linhaça ou de bebê e deixe por um tempo. Fica fácil limpar depois, e não estraga o pincel como os solventes.
- Aqueça uma xícara de vinagre. Coloque o pincel dentro e deixe por 5 a 10 minutos. Retire quando a tinta começar a se soltar, e lave.
- A Home Life dá uma dica pros muito cuidadosos: depois de limpos, enrole os pinceis em jornal, e prenda com elástico. As fibras vão ficar retinhas, e o pincel novo por mais tempo.

♥ Tem também aquele truque de congelar o pincel, lembra?
♥ Se você tá procurando por projetinhos de pintura, venha por aqui.
♥ O link para incrição na Coquelux parece que não estava funcionando direito... Segue o link funcionante aqui.

Comentar

Quem é o designer?

Tags: + + +

Muita gente já viu seu trabalho no Facebook, mas eu gosto de dar nome aos bois. Ou aos bons :-) Embora esse nome não ajude muito: Дмитрий Куляев. Pois Дмитрий Куляев é um designer russo, responsável por esses projetos:

A nuvem na saída da calha é uma sacada e tanto. Linda, embora o ideal mesmo fosse captar e aproveitar essa água de chuva aí.

☁ Se quiser ver mais do trabalho do moço, tá aqui.
♥ Se quiser ver outras nuvens que já deram pinta por aqui, venha para a luz, pequeno gafanhoto.

Comentar

Meu home office, mas as ideias são pra você :-)

Tags: + + + + + + +


É daqui que escrevo o dcoracao.com. Esse é meu home office, onde trabalho parte do dia, e às vezes madrugada afora. Por isso tento sempre mudar um pouquinho, enfeitar um pouquinho. A almofada de caveirinhas fui eu mesma que costurei, e alivia minha coluna da cadeira bonita, mas não muito confortável pra trabalhar.

Ideia #1: as latas que guardam lapis, pinceis e tesouras, são latas de tomate e leite, revestidas. Basta usar cola branca e tecido. Pra cola funcionar melhor e pra não mofar, faça uma mistura de 2:1 com água e adicione gotas de vinagre.


Meu trabalho tem a ver com imagens, referência, beleza, então sempre troco as gravuras e peças, pra que eu não perca a inspiração de vista. Mas dessa tirinha eu não consigo me desapegar.

Ideia #2: as bandeirinhas são retalhos de tecido colados (com cola branca) em uma linha grossa. Dão graça pra qualquer canto, e não custam quase nada (ou nada, se você já tiver ou reciclar o tecido).


Ideia #3: os saleiros guardam washi tapes, borrachas, apontadores. São baratinhos em loja de ud, e organizam a minibagunça.


Ideia #4: colo papeis e coisas leves na parede com uma massinha chamada Multi-tak. É um chicletinho branco, ótimo pra prender coisas leves na parede. Não estraga a parede na hora de tirar, e ainda pode ser reutilizado. No Brasil não conheço outra marca, só essa. (Se você conhece outra marca, comenta aí!)


O bigode é em mdf, pintado à mão. É peça da Circo Design Studio (R$120 reais esse, mas tem outras peças liiiindas. Os lisos, também pintados à mão, são mais baratos, a partir de R$60. O contato é circodesignstudio@gmail.com).

Ideia #5: peças de arte, ou criativas, dão graça ao escritório. Compre pequenos posteres (na Tanlup tem vários lindos) ou baixe da internet, mas cubra sua parede de ideias.

♥ Mais ideias de escritório? Abra essa porta.
♥ O blog Simples Decoração tem vários posts com imagens bacanas de home offices.

Comentar

Dança das cadeiras: cadeira Eames DKR

Tags: + + + + + + +


Charles e Ray Eames são o nosso amor verdadeiro, amor eterno do design. Mas por que tanta sopa de letrinha nos nomes das peças? Simples: eles usavam três letras para identificar a maioria dos projetos. E o dcoracao.com fez uma tabelinha (aí em cima) pra te ajudar entender.


Então DKR é a sigla para Dining K-wire shell R-wire base - ou seja, nomeia originalmente a cadeira que é toda aramada (K-wire shell). Mas nem o Google entende essa diferença, e chama tanto a de concha maciça, quanto a de aramado, de DKR :-/


DKR foi feita, originalmente, para ser uma cadeira de mesa de jantar (por isso Dining), mas ganhou a casa - e o mundo - inteiros :) Mas onde, e em que situação, essa cadeira funciona melhor?


Bem, se você tem pouco espaço, #team_ovo, a DKR não pesa na decoração, pois quase desaparece visualmente (como a DSR transparente). Se adapta bem a mesas quadradas, redondas, retangulares... Sozinha ou combinada com modelos diferentes. Por ser clássica, sempre fica interessante na sala de jantar ou como side chair, na sala de estar. É versátil, a moça :)


Mas ora, ora, vejam só, no frio ela gela o derrière. Então melhor mesmo as com almofadinhas. Aliás, a DKR tem uma versão vestida, well, pouco vestida. É a DKR Bikini, cheia de graça, que é mais confortável, graças às almofadas, e mantém a leveza e o delicado grafismo dos quadradinhos de metal.


Mas se você quer pra escritório, hmmm, melhor escolher outra.


♥ Esta é uma série sobre cadeiras, patrocinada pela Essência Móveis. Nesta série mostraremos as características de cada uma das "modelos", assim como exemplos visuais de uso. Onde fica bom, onde não fica, e qual a melhor maneira de usar cada cadeira na sua casa. Destacamos que o texto reflete a opinião honesta do dcoracao.com.
♥ Todas as DKR da Essência vem com almofadinha :-)
♥ Quer saber mais sobre os designers Eames? A gente te conta.
♥ Imagens: H&H, SIP e ALL.

Comentar

Quarto com parede preta

Tags: + + +


Outro dia apareceu por aqui um quarto de criança com paredes pretas. Teve quem gostou, teve quem achou deprê. Daí resolvi juntar algumas fotos (algumas de paredes pretas, outras só bem escuras), e evitar fazer juízo de valor por aqui. Nem sempre consigo, mas a ideia é você tirar suas próprias conclusões.








E então? O que você acha? Funciona ou não funciona? Dá pra adotar, ou não dá mesmo?

Imagens: HouseandHold, Divaani, CLM, Flickr, Maison&Demeure, Nina Invorm,

Comentar