Top Ad unit 728 × 90

Tutoriais:

TUTORIAL

Textura? Gastura. #3


Por Carolina Mendes

Tô bem sacando a de vocês.

Se eu falo palavrão, a liga das senhoras católicas reclama. Se eu não falo palavrões gente como a gente reclama. Se eu falo mal de algo e vocês se identificam, vocês reclamam, se eu falo algo que é só dar voz ao senso comum, vocês me amam.

Sabe, a gente poderia levar essa de criticar o óbvio adiante e evitar o pior, garantir meu salário e infinitos sorrisos por aí. Mas não é bem esse o meu jeitinho. Meu jeitinho é falar a minha humilde opinião e acertar errando. Tamos aí pra dar uns toques pro pessoal que precisa daquele empurrãozinho pra enxergar certas coisas.

Falando em acertar errando, e o povo que erra achando que tá acertando?

Vou contar uma historinha.

Minha mãe é a doida das reformas. Parece ruim, mas é pior ainda (mãe te amo mais que nutella), ela curte reforma a ponto de remodelar os apartamentos que aluga. Até aí tudo bem, é um transtorno, é meio caótico, mas não é nada que mulheres de sangue espanhol não consigam administrar. Com essa de crescer praticamente em um canteiro de obras, aprendi alguns truques relativamente baratos e eficientes. Um dos muitos que eu aprendi nestes meus 30 anos, é que azulejos medonhos podem facilmente ser recobertos por textura. Gente, fica bom. Milagrosamente. A parte do box, o pintor amacia com massa plástica e pinta com tinta epóxi. Única situação em que eu consigo lidar com textura dentro de casa.


Tenho visto apartamentos pra alugar, e já são cinco que eu visito que tem uma parede de cada cômodo com textura de uma cor medonha diferente. E não é só o grude da textura não, é toda um sofisticação da medonhice. O modelo da textura faz desenhos e os tons da imensa maioria das texturas é de morrer.

Pêssego/ salmon- Sério. Chega dessa merda. É CAFONA, muito cafona. mesmo que você tenha um berçario, ou uma clínica obstetra. CHE-GA. Uma parede de textura pêssego então? Acho que o pêssego se pudesse mudaria de nome, pelo contrangimento que é a cor que criaram com o nome dele.


Azul camisa de porteiro- Sabe de que tom de azul eu estou falando, não sabe? Então, uma parede cor de camisa de porteiro parece boa idéia? Verde quadra de tênis claro- gente, tô lembrando das quadras de tênis do meu clube... Aquilo no chão é textura? Amarelo mostarda com maracujá- Imaginou o gosto? A cor não é muito melhor.


E longe de mim querer me meter na vida sexual de ninguém, mas parede de textura não é exatamente confortável pra se pegar, né? Pode falar “pegar”? Ah sim, não use mais malhas de lã porque elas väo meio que grudar nas suas paredes. Textura transforma sua casa numa imensa unha que lascou e não lixaram, tudo pega.


E é um troço porco. Porque tem aquelas ranhuras e buraquinhos, que juntam pó e sujeira. Sério, eu aspiraria semanalmente minha parede de textura, caso tivesse uma em casa.

Você já derrubou alguma coisa entre um móvel e uma parede de textura? Você precisa de uma luva de amianto pra esticar a mão e não perder pele, e ter que reconstruir sua mão usando pele da bunda depois. Pode falar “bunda”?

Aí um dia você se cansa daquela cor medonha e resolve pintar. Vai gastar um volume de tinta equivalente ao rio Amazonas.

Não dá uma alegrada no ambiente, não é charmoso, não é chique, não é agradável. É um bom artifício quando é necessário, e não existe NENHUMA outra alternativa.

Textura é boa pra fazer muro que rala mão de bandido, e só.

Ah sim, e pra dar um tapa e esconder azulejos medonhos em apartamentos alugados. *

Fim.

Carolina Mendes é paulistana, escritora e implicante.
Textura? Gastura. #3 Reviewed by Vivianne Pontes on 16.6.11 Rating: 5

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.