Top Ad unit 728 × 90

Tutoriais:

TUTORIAL

Tijolinhos vermelhos


Por Magnolia Brussi

Quando morou em Londres, Caetano Veloso se queixava das casas de tijolinhos todas iguais. Eu, que vivo na Europa há algum tempo, passei os últimos 17 anos cismando com os tais tijolinhos. Agora, estudando design de interiores na Inglaterra, sei o que eles representam e tenho uma história para contar para vocês:


O Arts & Crafts foi um movimento estético e social inglês, da segunda metade do século XIX, que defendia a individualidade e o artesanato criativo como alternativa à mecanização e à produção em massa. Nada mais natural que resgatar o produto local, feito por mãos locais.

Tijolos de cerâmica existem desde sempre (7500 a.c.), e a cor dos tijolos varia de acordo com os componentes minerais presentes na terra. Tijolos vermelhos indicam uma terra com bastante ferro, lembra a cor da ferrugem?


Mas foi com o ícone do Arts & Crafts, a Red House, que os tijolinhos vermelhos entraram em moda, pois apesar da aparência de produzidos em massa, eram na verdade feitos à mão por artesãos locais.

É claro que já existia uma tradição de casas de tijolinhos, mas elas também viraram moda no fim do séc. XIX. A redundância fez com que se tornassem onipresentes, e também criou um paradoxo: um movimento que queria enfatizar a individualidade acabou criando casas com as mesmas caras.

Mas meu amigo, se um dia se deparar com uma casa de tijolos vermelhos, não a subestime pois ela é uma senhora de princípios.

Magnolia Brussi é paulistana, mas saiu do Brasil aos 22 anos com uma mochila nas costas e um diploma de universidade que não sabia se iria servir pra alguma coisa. Morou em alguns países europeus e hoje mora na Inglaterra, e estuda Design de Interiores.
Tijolinhos vermelhos Reviewed by Vivianne Pontes on . Por Magnolia Brussi Quando morou em Londres, Caetano Veloso se queixava das casas de tijolinhos... Rating: 5

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *